Imóvel na planta ou pronto? Saiba qual a melhor opção para você

Encontrar o imóvel dos sonhos pode ser uma tarefa um pouco complicada por conta da variedade de opções disponíveis. Antes de começar a procurar imobiliárias, construtoras ou incorporadoras, é importante conhecer as opções e decidir qual delas é a melhor para as suas necessidades. A primeira das escolhas deve ser entre o imóvel na planta e o pronto.

O artigo de hoje abordará as diferenças entre eles para que você possa tomar a melhor decisão. Confira!

Você precisa de um imóvel imediatamente ou pode esperar?

Essa é a primeira pergunta que você deve fazer a si mesmo. Isso porque o imóvel na planta pode demorar algum tempo para ficar pronto e, caso você precise de um local para morar rapidamente, o imóvel pronto pode ser a melhor opção.

Por outro lado, esse período em que o imóvel está sendo construído possibilita o pagamento da entrada em parcelas. Dessa forma, você consegue pagar o valor de entrada maior do que o de um financiamento comum, reduzindo os juros e a quantia total.

A opção de personalização do imóvel é importante para você?

Quando se compra um imóvel pronto, ele já vem com todo o acabamento e decoração finalizados. Isso significa que, para realizar mudanças e deixá-lo mais personalizado, você precisará realizar reformas, que nem sempre são práticas e podem custar mais caro que o planejado.

Já o imóvel na planta, seja casa ou apartamento, tem uma flexibilidade maior, pois permite que o comprador participe mais ativamente do projeto e possa escolher acabamentos diferentes, além de alterações no projeto inicial.

Você pode ter uma cozinha americana, por exemplo, mesmo que inicialmente ela não esteja na planta, e sem precisar derrubar paredes ou gastar mais com isso.

Você deseja economizar sem abrir mão da qualidade?

Essa pode até ser uma pergunta meio óbvia, afinal, quem não quer economizar e ainda assim comprar um imóvel confortável e de alto padrão? No entanto, na prática isso requer a análise de algumas questões. Para ter um desconto em um imóvel pronto, por exemplo, você precisa negociar com o vendedor, aumentar o valor da entrada ou tentar convencê-lo a reduzir o custo.

Já com o imóvel na planta você consegue pagar menos do que ele valerá quando estiver pronto. O motivo é simples: você pagará por algo que só será entregue no futuro e isso possibilita um poder maior de negociação.

Obviamente que isso também traz certas responsabilidades, como analisar o histórico da construtora, a reputação e as obras entregues para saber se está fazendo um bom negócio e que o imóvel será entregue. Depois de tomar as devidas precauções, você só tem a ganhar.

A valorização do imóvel posteriormente é bem provável de modo que, além de comprar por um valor menor, caso você deseje, pode vendê-lo por um valor maior. Esse costuma ser o motivo principal para os investidores comprarem imóveis na planta.

Você quer ter menos trabalho com a burocracia?

Ao comprar um imóvel na planta você consegue reduzir a burocracia, pois a assinatura será referente apenas à promessa de compra e venda e não de um contrato definitivo. Toda a documentação será do proprietário e da construtora, sem a necessidade de terceiros, como ocorre no imóvel pronto.

Agora que você já tem noção de algumas das diferenças entre os imóveis, fica mais fácil escolher entre um imóvel na planta e um pronto, certo? Hora de dar o próximo passo e pensar em um bom bairro para morar. Em outro artigo nós separamos 5 ótimas opções de bairros em Porto Alegre para você!

Receba nossas novidades: